sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Dicas para ter um jardim Tupiniquim

Mudei recentemente para Florianópolis e decidi criar um jardim com a minha cara, um jardim Tupiniquim. Moro ao redor da Mata Atlântica, que continua ameaçada pelo desmatamento e quis que este espaço fosse muito especial, com espécies que existem nesta mata tão rica. Ou seja, um espaço com espécies nativas da Mata Atlântica. O melhor de tudo foi ter descoberto um novo hobby que ajuda a controlar minha ansiedade!

Aqui vão os passos básicos para quem está começando um projeto desses:




1.Identifique em qual bioma sua cidade está inserida. Caso não saiba acesse:  http://siscom.ibama.gov.br/monitora_biomas/ . Alguns sortudos irão morar em regiões que são áreas de transição ou seja, ocorrem no local espécies de mais de um bioma.

2.Observe a iluminação da sua residência e dos locais que quer depositar suas plantas: o local que recebe iluminação direta do sol durante pelo menos 4 horas por dia pode ser usado para plantas de sol pleno; o local que recebe luz do sol direta durante poucas horas de sol mais fraco (o sol anterior às 10h ou depois das 17h) é apropriado para plantas de meia-sombra; o local que não recebe iluminação direta do sol mas tem luminosidade no ambiente (interiores de casa bem iluminados, varandas) é adequado para plantas de sombra.




3.Escolha a espécie de acordo com o local que irá utilizar na sua residência: são plantas de sol pleno, ou meia-sombra ou de sombra?  E claro, de acordo com o seu gosto pessoal, deixe seu jardim com sua personalidade, isso irá torná-lo único e especial! Neste link está a lista das espécies que utilizo e que servem de sugestão: https://jardimtupiniquim.blogspot.com.br/2018/02/lista-de-especies-presentes-no-meu.html




4.Escolha o tipo de vaso que irá utilizar, caso não vá plantar direto no chão ou em árvores, e o tipo de substrato que a planta prefere. Pronto, agora é só cuidar dela com muito carinho!


Quando comecei a alguns meses eu era um completo leigo da jardinagem, não sabia nada mesmo, mas estes canais do Youtube me ajudaram muito a entender sobre tipos de vasos, como preparar o vaso, tipos de substratos, regas, podas ,etc. Deixo a seguir alguns dos meus favoritos.